Balé

Balé

EXPOCÉU

EXPOCÉU
AGOSTO - 2011

BULLYING

BULLYING
Diga não ao Bullying - Brincadeiras sem graça.

SEMANA CULTURAL - Nega

SEMANA CULTURAL - Nega
MAIO - 2011

sábado, 14 de agosto de 2010

TEXTO EXPOSITIVO - O TRABALHO INFANTIL

O trabalho infantil
No trabalho infantil há meninos e meninas sendo explorados pelos adultos com trabalho pesado, não esquecendo também que há uma diferença entre o trabalho explorado com o trabalho de aprendiz ( doméstico ).
O infantil é a exploração de criança que está além do que pode fazer ( trabalho escravo ). E o doméstico é aquele que os pais ensinam os afazeres domésticos para que se torne uma pessoa de responsabilidade.
No ano de 2001 havia 5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 a 17 anos de idade, sendo exploradas. E mais de 2 milhões de crianças foram vítimas de trabalho escravo no Brasil.
As crianças trabalhavam até de madrugada para ganhar menos de um salário mínimo.
As crianças têm que trabalhar, mas como aprendiz, ganhando no mínimo um salário mínimo, pois todo o trabalho também é dígno.
Romário - 8º ano Amestista.

Covardia

Hoje o Brasil é o país que mais possui trabalho infantil. Pois os adolescentes e crianças trabalham na roça, e fazem vários serviços pesados. Mas na maioria das vezes as crianças trabalham para ajudar a família em casa e acabam ganhando muito pouco pelo o que fazem. Sem contar que algumas crianças deixam de estudar para se prostituirem e acabam entrando no mundo das drogas, um caminho sem volta, um mundo de criminalidade.... Por isso eu digo... trabalho infantil é uma covardia.
Jackson - 8º ano ASmetista.

O lugar da criança
O trabalho infantil já é proibido no Brasil há muito tempo.
No Brasil as crianças trabalhavam em situações de alto risco como lavouras de cana de açúcar, que acabam ficando sol a sol, sem proteção alguma.
O pior é aquela criança que era explorada pelos próprios pais. Alguns pais deixavam de trabalhar para colocar os seus filhos no mundo da prostituição, drogas e crimes para satisfazê-los.
Hoje em dia não se vê tantas crianças trabalhando, pois a lei proibe menores no mundo do trabalho, mas tem crianças que para sobreviverem ainda, saem pedindo esmolas na rua.
O dever da criança é na escola, lá ela aprenderá se comportar numa sociedade e a procura da realização de um sonho.
Dagimara - 8º ano Ametista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário